Buscar

Qual flash comprar?


Melhor do que dizer qual flash você deve comprar, nesse artigo nós te mostramos alguns recursos que você deve entender e considerar na hora da compra. Recomendação importante: sorria, comente o que achou e compartilhe à vontade!

O que é flash?

Segundo o dicionário é um ‘clarão breve e intenso produzido por certa lâmpada de filamento de magnésio, clareando ambientes de luminosidade insuficiente para fotografia’, ou seja, é um dispositivo auxiliar que emite uma quantidade de luz sobre uma cena pra melhorar a iluminação.

Geralmente usamos o flash quando a luz ambiente não é suficiente e em ambientes externos ou internos.

Tratando de câmeras DSLR, temos dois tipos de flash:

1) O pop-up, que é aquele que já vem embutido em algumas câmeras.

2) O flash externo, como o próprio nome sugere, fica fora da câmera, acoplado na sapata que está localizada na parte superior e é uma espécie de base na qual o acessório é acoplado.

“Mas a minha câmera já tem o pop-up, preciso mesmo comprar o externo?”

Então... o pop-up tem pouca ou nenhuma versatilidade, ele só emite a luz em um ângulo e pra frente. Ele também não tem um alcance tão grande e não permite tantas possibilidades criativas quanto o externo.

O flash externo te dá mais versatilidade e controle sobre a potência, sobre a posição, sobre o número de disparos e isso pode te ajudar a criar uma fotografia com as sombras, volume e preenchimento exatamente como deseja. Além de te permitir estudar sobre a luz.

Depois de saber isso você deve se perguntar: “Como vou usar o flash?”. De acordo com a sua resposta pode ser que o pop-up já seja suficiente ou não e você vai continuar lendo o artigo pra comprar o seu flash externo.

Se você estiver convencido de que precisa comprar um flash externo, além das pesquisas na internet, LEIA O MANUAL DA SUA CÂMERA, muitas informações importantes estarão lá.

Vamos aos recursos que você precisa entender e procurar num flash:

  • Compatibilidade

A primeira coisa e mais básica é a compatibilidade.

Pense comigo: se você usa uma DSLR da Canon, você compra lentes Canon ou de outra marca, mas que sejam adaptadas pro encaixe da Canon, ok? Ok!

A mesma coisa deve acontecer com o seu flash. Lembre de verificar a compatibilidade do flash Canon e Nikon, pois eles só funcionam com equipamentos da mesma marca.

A marca Youngnuo é mais barata e normalmente seve para as duas marcas citadas acima, porém alguns flashes são exclusivos para Canon ou Nikon.

  • Modos do Flash

TTL – é o modo automático. O flash calcula a intensidade do lampejo em função dos parâmetros medidos através da objetiva da câmera.

M – modo Manual. Nesse modo você faz todos os cálculos.

MULTI – Múltiplos disparos. Neste modo ocorrem múltiplos disparos de flash captados em uma mesma foto. Como no exemplo abaixo:

Alguns modelos têm outros modos muito interessantes também como o Zoom, nesse modo quanto mais zoom você der no flash, mais estreita será a luz que vai sair e ao contrário, quanto menos zoom, mais ampla será a luz que sairá do flash. Na maior parte do tempo você pode usar o TTL. Ele é muito útil! Depois de configurar a câmera ele fará todo o trabalho sozinho, então procure a informação modo TTL no flash que você vai comprar.

  • Potência

A classificação de potência é feita por Número Guia (NG) que é produto da distância do flash x f/stop e é aquele que informa sobre a potência máxima de um flash.

Quanto maior for o NG, maior a potência e maior a distância a que o lampejo irá chegar, portanto, maior a distância que você poderá iluminar.

Mas preste atenção nisso: o NG que o fabricante informa é esse apenas sob condições ótimas e muito específicas (eles incluem até temperatura ambiente), mas nem sempre você vai usar o flash nas mesmas condições. Então, por exemplo, um flash NG 30 não terá exatamente essa potência na maioria das vezes.

• Tempo de reciclagem

É o tempo que o flash leva para carregar entre um disparo e outro. A qualidade das pilhas e o tempo de uso, podem ser determinantes nesse tempo.

Faça esse exercício: Bata palma repetidas vezes. Agora aumente a distância entre as suas mãos. Percebeu que o tempo entre uma palma e outra aumentou? É assim que funciona o tempo de reciclagem.

Logo, se você quiser fazer vários disparos num curto espaço de tempo precisará de um tempo de reciclagem bem rápido. E isso vai depender do tipo de fotografia que você vai fazer. Se você for fotógrafo de eventos pode acabar perdendo momentos importantes, como o beijo dos noivos, porque o flash ainda estava carregando.

Lembre-se também de usar pilhas novas!

Concluindo: quanto menor o tempo de reciclagem, mais veloz será o flash e mais fotos você poderá capturar.

• Cabeça

Outro recurso pra você observar é a mobilidade da cabeça do flash. Isso mostra a capacidade dele de rebater a luz nas laterais, em ângulos diferentes e isso é muito útil quando a câmera está virada para orientação de retrato. A mudança de ângulo e posição permite destaques e sombras mais suaves e mudanças na luz.

Então é isso!

A ideia é que você invista em um flash que atenda às suas necessidades. Pesquise sobre o modelo escolhido, leia comentários em fóruns, outros artigos, grupos do facebook, procure saber com quem já usa esse recurso e consulte o manual do flash, se possível. Outra dica é procurar o nome do flash acompanhado da palavra Análise ou Review, pra ler especificamente sobre algum modelo.

VOCÊ DEVE ESTAR ASSIM:

OU ASSIM:

MAS CALMA, VOCÊ VAI CONSEGUIR!

E SEMPRE QUE TIVER DÚVIDAS VOLTE AQUI, ok?

VOCÊ VAI CONSEGUIR!

FELIZ 2017!


185 visualizações