Buscar

FOTOGRAFIA MOBILE | Por Isabella Campos


Fotografia mobile, mobfotografia, iphoneography e mais alguns termos.

Mas não seria toda fotografia uma fotografia móvel?

Sim e não, neste caso.

Foto: Matheus Rodrigues

Fotografia mobile é aquela em que capturamos, tratamos e compartilhamos a partir de um mesmo meio, um celular, um tablet, e um iPod, por exemplo.

A fotografia com o celular invadiu nossas vidas após os smarthphones tornando-se uma necessidade e causando grandes mudanças em nossa forma de enxergar e nos comportamos.

Fotografar com os olhos, pela ausência da câmera em mãos e como exercício, sempre foi um hábito, pelo menos para mim. O que mesmo com o celular em mãos ainda faz parte de mim pelo pequeno prazer da efemeridade, de apenas olhar e concentrar na cena e nas sensações que ela me proporciona.

Porém, com a possibilidade de materializar de forma extremamente prática essas fotografias cotidianas me levaram a estar sempre atenta, sempre em busca de organizar composições diante de mim, ver cores, ver pessoas e linhas.

Perceber um mesmo caminho feito há tempos rotineiramente de formas completamente distintas a cada vez que se passa por ele.

Foto: Victória Tinoco

O imaginário de um curta-metragem apenas sobre um trajeto e suas peripécias, ou sua monotonia, que não sai de lugar algum, que vai para lugar nenhum torna a vida um pouco mais interessante, mais leve, de mais valor.

Há dias em que a pressa, as preocupações ou a simples distração deixam tudo passar despercebidamente, mas permitir esse encontro entre o fone de ouvido e as inúmeras pessoas em que passamos é de suma riqueza.

Acredito que a fotografia mobile muda completamente nossa forma de conviver, interagir e perceber a cidade, ou o ambiente em que estamos.

Foto: Lili Oliveira

A percepção sobre os detalhes, as pessoas, arquiteturas e histórias presente se torna muito mais minuciosa, abrindo mais espaço para empatia, interação com o ambiente e também com as pessoas que circulam nele, tanto pela nossa aproximação quando passamos por alguém pela rua, mas também agora quando estamos distantes.

Pelo processo de compartilhamento nas redes sociais, localização geográfica, hashtags e mais um monte de ferramentas que há disponíveis, temos a possibilidade de nos conectarmos.

Foto: Isabella Campos

Com o poder do clique na mão de muitos são muito mais pessoas se interessando por fotografia, fotografando, procurando entender sobre fotografia e consequentemente há um aumento na qualidade fotográfica geral.

São muito mais pessoas podendo registrar suas memórias e dando valor ao registro.

Não, eu não acredito que não haverão mais fotógrafos.

A fotografia com o celular deve ser uma ferramenta a mais para nos comunicarmos.

Foto: Sintyque Lemos

Falando sobre selfies eu acredito que há um ponto muito positivo nisso, o empoderamento e a forma de ver os nossos corpos.

Uma vez que tínhamos fotógrafos fotografando em sua maioria mulheres e homens dentro do padrão de beleza ou com poder monetário para isso, agora temos um enorme número de pessoas fotografando seus próprios corpos, sua própria maneira de se ver. Temos um maior número de imagens circulando de pessoas cada vez mais diferentes umas das outras.

Foto: Henrique Nogueira

Acredito que outro fator de extrema importância da fotografia de celular é o poder de denúncia a qualquer cidadão com um smartphone em mãos.

Temos inúmeros vídeos feitos mesmo que de forma amadora denunciando repressões policiais, brigas de trânsito, atitudes de racismo, assédio ou qualquer atitude que fere os direitos de um ser.

Talvez os celulares nos façam viver em um panoptismo constante, não, somos nós que fazemos vivermos em um panoptismo constante, acredito eu.

Depende de nós usarmos a ferramenta ao nosso favor.

Foto: Jade Aquino

Não há como matar os smartphones, tablets e todas essas coisas, cabe a nós, indivíduos fazermos deles grandes aliados.

A fotografia é um processo terapêutico, é instrumento de transformação social, é memória, percepção do espaço, e cada vez mais temos gente se aproximando disso.

E nós fotógrafos temos o poder de praticar nossa paixão a qualquer hora em qualquer lugar.

A fotografia mobile veio para ficar e nós amamos!

Foto: Josh

Amamos tanto a fotografia mobile que criamos a hashtag #mobileatelie para nos conectarmos e inspiramos uns aos outros.

#fotografia #foto #fotos #photo #mobile #mobgrafia #fotojornalismo #documental #fotografiadocumental

146 visualizações