Buscar

Casamento Lampião 2017


Na edição do Lampião 2017 nós realizamos o sonho da Sthefanie e do Daniel de se casarem. Após os sete ano juntos eles subiram no palco do Lampião e disseram sim. De lá pra cá muita coisa mudou. O Daniel resolveu levar a fotografia como hobbie e a Stheanie ficou grávida!!

O primeiro casamento no Lampião marcou a história deles e a nossa. Amanhã, dia 05 de Outubro, nasce o Davi. E eles já prometeram nos manter informados e atualizados com fotinhas do bebê. Entrevistamos ela para saber como foi esse tempinho e como está o coração para amanhã.

CL Como foi casar no Lampião? SN Uma experiência indescritível. O local e a cerimônia foram exatamente a nossa cara, foi do jeito que sempre imaginamos. O que mais nos impressionou foi ter o carinho de pessoas que nunca tínhamos visto, sentimos uma energia muito bacana no momento da cerimônia, todo mundo ali torcendo pela nossa felicidade e se emocionando junto com a gente. Foi algo mágico.

CL Nesse ano de casados o que mudou? SN Viver sobre o mesmo teto é diferente de tudo né, tem sido uma experiência muito boa, só faz reforçar tudo o que construímos ao longo desses 7 anos juntos. Ficamos ainda mais unidos, mais companheiros e a nossa união só se fortificou.

CL Como está sendo essa espera do filho? Já escolheram um nome? SN Cada dia tem sido uma experiência nova. Estamos muito ansiosos e felizes pela chegada dele. Desde que descobri que estava grávida (1 dia antes do aniversário do Daniel), nós vivemos juntos cada momento da gravidez, cada ultrassom, cada chutinho .... Sempre sonhamos em ser pais, é uma felicidade que não está cabendo no nosso peito. O nome será Davi (na verdade desde o começo do namoro a gnt já sabia que seria Davi ou Alice, sempre tivemos esses nomes na cabeça antes mesmo de começar a namorar)

CL O Daniel está pensando em seguir a carreira como fotógrafo? Conta um pouquinho aí pra gente! SN Ele é programador e tem a fotografia como uma forma de se expressar. Quando fiz essa pergunta a ele, ele me respondeu o seguinte: Não necessariamente, amo fotografia e vejo nela uma forma de me expressar artisticamente, como já trabalho em outra área (e gosto muito do que faço), a fotografia me ajuda a "reconectar" comigo mesmo e enxergar o mundo de outra forma, com outro olhar.


0 visualização